3 de dezembro de 2012

Diário N° 102 - Hospitalidade - 18 a 24 de Novembro de 2012


"Permaneça o amor fraternal. Não vos esqueçais da hospitalidade, porque por ela alguns, sem o saberem, hospedaram anjos. Lembrai-vos dos presos, como se estivésseis presos com eles, e dos maltratados, como sendo-o vós mesmos também no corpo." Hebreus 13.01-03.

Recentemente escrevi no meu Facebook o quanto estava impressionado essa semana pelo cuidado do Senhor para conosco através da Igreja de Jesus. Como é bom ser Igreja! Não um templo construído por mãos humanas e paredes pintadas. Mas Igreja... Corpo místico de Cristo. Corpo vivo onde Cristo é a cabeça! 

Essa semana que escreveu (e os dias posteriores também) me fizeram refletir no que é ser Igreja. Os verdadeiros cristãos amam, recebem os irmãos em Cristo como irmãos de sangue. Mas é assim que o é! Minha esposa e eu sentimos isso vindo de diversas amigos e irmãos que acabávamos de conhecer. que semana maravilhosa. Houve lágrimas, houve dificuldades (algumas não tem como serem expressadas aqui, pois envolveria 'terceiros'), mas acima disso, houve abraços, cuidado, amor fraternal, caridade, apoio, suporte, palavras amigas, HOSPITALIDADE!!!

Que fato marcante é esse na vida cristã! E é essa vida que cada dia mais me envolve. Esses amigos que se tornam irmãos. Esses amigos que são irmãos pelo Sangue de Cristo Jesus. Esses amigos que são família e essa família que se torna amiga, fiel e perto de nossas dores e alegrias! Como retribuir, eu ainda não sei... Só sei que é tal fato que quero viver o resto de minha vida. 

Às vezes somos tentados a reclamar da vida e da falta, mas penso se não houvesse necessidade teríamos o privilégio de viver o que temos vivido. Sem demagogia prefiro a falta do que é material para viver a abundância do amor. Esse amor é invisível materialmente, talvez, mas é abundamente em demonstrações, além das palavras, além de tudo o mais!!! Obrigado Senhor pelos teus filhos. Cumpre-se Marcos 10.29-33 em minha vida mais uma vez. Nas nossas vidas como casado agora. Obrigado Senhor por me permitir viver para Ti.

18.11 - Ministração.

Foi um dia gostoso ao passar com Daniel, Kezia e Mateus. Logo cedo, Daniel, Mateus e eu tomamos café com o pasto. À tarde fomos à casa do Felipe, nosso amigo e sua mãe havia preparado um almoço para nós todos. Comemos e desfrutamos de uma bela comunhão. Preguei à noite sobre o Salmo 84.


19 e 20.11 - Despedindo de Catanduva.

Como não agradecer o tempo vivido com Kezia e Daniel além do nosso maravilhoso amigo Mateus? Foi um tempo gracioso da parte de Deus para conosco. Compartilhamos, oramos e pude ter momentos de quebrantamento também. Explicitá-los todos fica difícil, porém não deixa de ser intenso. E imenso o amor que sinto por eles. A família de Daniel de igual forma maravilhosa...

Daniel e Mateus - Grandes Irmãos
Na terça ainda preguei na filial da igreja Raiz de Davi. Foi um tempo bom... Ainda na terça eu me despedia de todos e seguiria sozinho para São Paulo, para economizar dinheiro já que teria que colher as última digitas no CFC (Curso de Condutores) devido a uma falha no sistema lá e Driellen seguiria sozinha para Campinas. Fui pensando no caminho e refletindo sobre o que vivemos nesses dias lá.

21.11 - Última Digital.

A última parte do curso estava feita, Colhia a última digital. Cheguei de madrugada em São Paulo. Fui pra Mauá. Às 8 da manhã fiz o que tinha que fazer no curso, fui pra casa do meu amigo Nilton e revi outro irmão chamado Glaílton. De lá, fui pra Campinas e estávamos agora na casa do Bruno e Larissa. Nossos amigos que nos acolheriam nos próximos dias. Eles nos receberam com todo carinho. Bruno me buscou na rodoviária e me levou para sua casa onde Dri já me aguardava.

22 e 23.11 - Tratamento.
Bruno e Lara - Nossos Amigos

Bruno e sua esposa nos acolheram nesses dias de maneira inexplicável! Sempre cuidando de nós e nos abençoando com o carinho deles. Nesse período fomos ao dentista da Dri, que tem cuidado dela (e agora de mim também) com um amor que só pode vir do Senhor mesmo! Não há palavras que expliquem esse amor, esse cuidado. Só podemos agradecer...

Amado casal, obrigado pelo carinho de vocês. Não há palavras pelo amor e cuidado em cada mínimo detalhe nos dias que estivemos aí!

24.11 - São Bernardo do Campo. 

A semana culminava com nossa ida para São Bernardo do Campo onde conheceríamos a Família de JESUS Literalmente!!! Não somente no nome, mas também nas atitudes e na alma. Nós fomos convidados para ministrar nesse Fim de Semana e eles não nos conheciam, mas nos receberam como filhos amados. Isso para Driellen e eu foi mais que emocionante e interessante.

Família Amada... Obrigado Pelo Carinho
Essa semana me mostrou e nos mostrou o quanto queremos ser hospitaleiros. O exemplo mostrado por nossos amigos em Catanduva, nossos amigos em Campinas e essa família em São Bernardo do Campo foi e é a prova viva de que Cristo em todos é o que faz a diferença e que Ele é a razão maior do amor pois ele é o Amor!


Eu realmente não tenho palavras para agradecer o que esses irmãos fizeram por nós e o que eles SÃO para nós. Obrigado amados, pelo vosso carinho e pelo Amor do Senhor fluindo como fontes de águas cristalinas em suas vidas!

29 de novembro de 2012

Diário N° 101 - Em Direção à Catanduva - 11 a 17 de Novembro de 2012

Catanduva à Noite.
Essa é nossa vida: Na estrada...

Essa semana seria bem corrida como sempre tem sido. Aulas de direção. As últimas no que tange ao teórico. Depois disso nos prepararíamos para irmos à Catanduva, ministrar e reencontrar pessoas que amo muito: Daniel, Kézia e Mateus. Foi muito bom esse tempo... Mas ele contarei no próximo diário. 

Ao viajar um dos meus pensamentos que muitas vezes vem à tona à medida que passo de ônibus pelas cidades é o quanto realmente aquela cidade conhece a Cristo. Tenho provado o quão é bom ser cristão a cada dia mais e como é bom ter Cristo como Senhor e ser Igreja. Isso tem movido meu coração e meditado mais nisso. Que o Senhor seja Senhor em minha vida em todas as áreas.

11.11 - Despedindo-me de Reinaldo.

Reinaldo e sua família se tornaram totalmente especiais para nós. Foi bom os dias que com eles embora tenham sido poucos. Dri foi à base onde passou o dia e noite estudando chegando em casa esgotada. Revi Nessa, Nando e Julinha, família que amo tanto e depois que Reinaldo foi embora, eu me preparava para sair para a Igreja.

FLUMINENSE CAMPEÃO!

Esse dia foi especial já que meu time foi campeão. Mas estava sozinho, minha esposa me ligou e meu pai também. Foi muito bom comemorar, mas não deu para fazer tanto já que estava atrasado para ir à igreja. Mas estava feliz...

Fui para a Igreja em Monte Verde onde ministrei a Palavra de Deus lá. Foi bom compartilhar com os irmãos. Valério, um policial, me levou pra casa onde conversamos depois do culto. Chegando em casa, meu amigo Juarez tinha chegado do Maranhão e nosso amigo Adriano também. Juarez ficou em casa...

12 a 14.11 - Mais Aulas. 

Na segunda Jean e Dani nos deram Carona até São Paulo. Voltamos à Mauá onde tive minhas aulas. Foi bem legal! Mas a correria e o desejo de fazer as coisas me deixam um pouco estressado. O tempo passa e o desejo de ver tudo pronto para ir ao Campo, me deixam um pouco ansioso. Passei os dias na casa de minha sogra.

15.11 - Feriadão. 

De manhã saí com o Bill. Foi interessante andar de moto e ver Mauá "de cima". O tempo estava como eu gosto e conversamos basante. Bill, amigo da Dri e agora meu camarada como ele disse outro dia, é um cara excepcional! Gostei demais dele! À noite Dri e eu passeamos um pouco. 

16.11 - Rumo à Catanduva.

Na sexta, pós feriado, foi meu último dia de aula. Fiz a prova no CFC e tirei 88. Minha prova no DETRAN marcada pro dia 4 de Dez. De lá Dri e eu nos encontramos almoçamos no restaurante popular de R$ 1,00 e partimos para Catanduva. Lá chegamos à noite e meu amigo e irmão Daniel nos recebeu de braços abertos. Ele e sua esposa Kézia são especiais para mi demais! Fomos para casa do seu irmão Rafael e lá estavam sua família e seus pais também. Muito bom estar com eles.

O Senhor nos agraciou com uma comunhão tão perfeita, tão profunda, tão divina que perdurou os dias que lá ficamos.

17.11 - Pregação.

O dia foi tranquilo. Me dediquei à minha monografia para o curso de Teologia que preciso concluir para ser reconhecido pelo MEC. À tarde reencontramos meu irmão Mateus e ele, junto com Kezia e Daniel, saímos um pouco e à noite preguei para um grupo de Jovens numa igreja em Catanduva. Foi bom estar com eles ali.

Thiago e sua namorada Bárbara estiveram lá e nos levaram nosso álbum de casamento. Rever meu amigo Thiago foi um presente para mim. O amo muito e a distância nesse tempo tem sido bem grande ,infelizmente. À noite ficamos junto à outros jovens na casa de Daniel e Kezia e ficamos acordados até a madrugada! Que tempo maravilhoso onde se desfrutar amizade é um presente que o dinheiro pode comprar! 

Os dias que se seguiriam foram dias que pude ver como é bom ser IGREJA! Foram dias de quebrantamento e onde o Pai me guiou em tantas coisas e vi Seu Amor, seu Cuidado, Seu Carinho! Obrigado Senhor por ser meu DEUS!

"Sempre devemos, irmãos, dar graças a Deus por vós, como é justo, porque a vossa fé cresce muitíssimo e o amor de cada um de vós transborda de uns para com os outros. De maneira que nós mesmos nos gloriamos de vós nas igrejas de Deus por causa da vossa constância e fé em todas as perseguições e aflições que suportais" II Tessalonicenses 01.03-04

Direita para esquerda: Daniel, Kezia, Eu e minha linda Esposa Driellen. - Daniel e Kézia, é bom ser Igreja com vocês.
Ser parte do mesmo corpo, orar, estar juntos, compartilhar a Palavra do Nosso Mestre Jesus. Vocês não fazem ideia da imensa saudade que sinto de vocês dois e do nosso maravilhoso amigo Mateus! Obrigado pro serem minha família. Sinto muito não poder estar o tempo todo ao vosso lado, mas sinceramente é meu desejo no momento. Amo vocês, Dri ama vocês! Nós amamos vocês três e por favor nunca se esqueça de nós, ok? Estão guardados em nosso coração!

24 de novembro de 2012

Diário N° 100 - Habilitação, Um Curso Em Mauá - 04 a 10 de Novembro de 2012

Sem Intenção Alguma de Fazer Propaganda :) 
     Quem diria eu fazendo meu curso de Habilitação, mas foi essa a exigência da missão para nosso futuro trabalho. Assim passei a correr a fazer o curso. Essa semana foi ótima, apesar que coisas aconteceram que me faziam refletir, e muito, no meu coração em relação aos propósitos de Deus quanto à minha vida, além de determinadas palavras que entristeceram-me nessa semana. 

      Mas em tudo se aprende. Em tudo se cresce e em nada se retrocede. Assim jamais poderá ser! Que o Senhor me ajude a crescer nEle. É o que preciso. 

04.11 - O Último dia em Hortolândia.

     Era o último dia de congresso. Preguei minha última mensagem baseada em II Timóteo 03 e 04. Foi um tempo muito bom os adolescentes. E o último dia foi mais intenso já que pude conversar com muitos deles. Oramos e foi tão gratificante. Pena que acabou...

      Fui pra casa do Juliano e lá, Valmir me buscou pra pregar em sua igreja. Fui na Assembleia de Deus em Jardim Florence e ministrei sobre Salmo 23. Foi compartilhar com os irmãos. Valmir me levou ao Mac onde comemos os três, Juliano, Valmir e eu e de lá fui pro Tietê onde pegaria o trem pra Mauá, já que meu curso começava segunda pela manhã.

     Acabei perdendo o último trem e passei a noite na Rodoviária.

05.11 - A Primeira Aula de Habilitação.

     Começava meu curso de Habilitação. Cheguei de madrugada na casa da mãe da Dri onde seria nossa casa nas próximas semanas. Deitei e não consegui levantar mais de tão cansado por passar a madrugada acordado.

06 a 08.11 - Curso.

     Durante a semana foi tranquilo com aulas pela manhã onde foi muito proveitosa para mim. Estive com Dri esses dias em Mauá. Pudemos ir a SIB onde revimos vários amigos da missão. Foi muito bom estar com eles além de conhecer pessoalmente o amigo da Dri: Bill.

09 e 10.11 - Meu Amigo Reinaldo

     Dri voltou cedo para Monte Verde. Eu fui pra aula e de lá me encontrei com meu amigo Reinaldo e fomos para Monte Verde onde passaríamos o final de Semana. Sexta e Sabado foram dias maravilhosos em comunhão e amizade.

     Agradeco a Deus os ótimos amigos que ganhamos nesse tempo...

15 de novembro de 2012

Diário N° 99 - De Hortolândia a Hortolândia - 28 de Outubro a 03 de Novembro

Praça na entrada de Hortolândia.
Hortolândia, em São Paulo se tornou um lugar muito especial pra mim. Não somente a cidade como a igreja IBBN também e isso não é de hoje! Desde 2009 quando fui intérprete de um grupo de americanos pela igreja IBBN em Apiaí, minha amizade com os jovens desta igreja, em especial Thiago e Ana Paula, depois Diego e Juliana, Juliano, Felício, Flávio e tantos outros essa só vem aumentando...

Essa semana foi meio que marcante pra mim quanto à cidade de Hortolândia, já que comecei a semana em Hortolândia, fomos pra casa, e acabei retornando à Cidade para um Congresso de adolescentes. Foi simplesmente uma semana que amei...

28.10 - O Último Dia do Encontro.

Que pena que terminou! Foram 3 dias maravilhosos ao lado de minha esposa. Mas logo nos despediríamos outra vez pelas coisas que teríamos que fazer. Acabamos ficando, depois da tarde gostosa em Aguas de Lindoia, indo pra Hortolândia. Dormimos na casa dos pais do Pr. Marcelo. FOi bom estarmos ali.

29 e 30.10 - Habilitação.

Pela madrugada, Pr. Marcelo nos buscou e nos levou à rodoviária. Dri voltou para Monte Verde e eu fui pra Mauá, pra casa da minha sogra onde comecei o processo para tirar minha habilitação. Tentei chegar a tempo, terça feira, no Tietê para pegar o ônibus para Monte Verde. Perdi e dormi na casa do meu amigo Ton. 

31.11 - A Maravilhosa Monte Verde e Nossa Casa.

Cheguei em casa e minha esposa já me esperava com um maravilhoso almoço. Conversamos e passamos o dia juntos. Agradável dia! Estava frio e com o clima que amo em Monte Verde

01 a 03.10 - Geração Timóteo, Congresso em Hortolândia.

De manhã cedo parti para Hortolândia. Dri foi para Mauá cuidar do irmão, pois sua mãe viajaria para o encontro. Eu fui ministrar no Congresso. Juliano, Carlão e Gleidson me buscaram na rodoviária. Passei parte do dia na casa do Juliano

A tarde fiquei meditando em Deus atrás da casa do Juliano e realmente foi um tempo necessário. Obrigado Pai.

1° Dia - A noite Flávio me buscou pro congresso e foi bom rever muita gente que amo naquele sítio em Hortolândia. Estava preparando meus trabalhos e mensagens (terminando na verdade). Eram mensagens baseadas em I e II Timóteo e seriam 5 mensagens. Cada mensagem baseada em 2 capítulos de Timóteo. Foi bom estar ali.

2° Dia - De Manhã preguei sobre I Timóteo 1 e 2. Título: Quem Sou eu? 

De noite preguei sobre I Timóteo 3 e 4 - Título: O Que Quero de Deus?

3° Dia - De Manhã preguei sobre I Timóteo 5 e 6. Título: Como eu Trato as Pessoas?

De noite preguei sobre II Timóteo 1 e 2. Título: O Que o Evangelho é Para Nós?

Todas as mensagens tentando trazer ao conhecimento sobre as Verdades Bíblicas e nosso relacionamento com Deus.  Ao passo que pregava tentava ver minhas próprias deficiências e tentava clamar a Deus por mudança. Muitos meninos vieram conversar comigo e foi muito bom! Dormi naquele sábado agradecido ao Pai por tudo que Ele faz em nossas vidas...

Um abraço especial a cada adolescente da IBBN e minha oração é que cada um de vocês permaneçam firmes com Cristo. Nunca esqueçam que Cristo é a Única e Real razão de estarmos aqui nesta Terra e sem Ele, realmente não somos nada nem ninguém! Cristo é tudo! Importa que diminuamos e que Cristo cresça em nós!

Ao Flávio e o Jhow, um abraço especial pela amizade de vocês e Cezinha, foi ótimo estar contigo brother. A cada adolescente que conversou comigo, muito obrigado pela confiança... A cada de maneira especial, que ficaria difícil citar todos os nomes. Foi maravilhoso demais estar com vocês. Abraços!

Diário N° 98 - Dias em Família - 21 a 27 de Outubro de 2012.

Foto tirada em Juiz de Fora no Natal de 2011

Como é bom estar em família. Mais uma vez teria a oportunidade de estar com meus pais, irmã e sobrinhos. O Senhor, além dirigir nossos passos para Sua Obra, nos dá o privilégio às vezes de estar em comunhão com nossos familiares mesmo quando moram tão longe. Além de estar com eles nessa semana, o Pai nos daria um presente (pra minha esposa e eu) de estarmos no nosso primeiro encontro de casais. Foi bom demais.

21.10 - Cidade Júlia e Uma Ótima Carona.

Preguei pela manhã na Igreja Assembleia de Deus de cidade Julia. Mudava o horário de verão e estávamos bem cansados. Jack e Ro nos haviam recebido muito bem e estamos na casa delas, com os pais dela também foi um presente imenso! Ministrei pela manhã sobre Eclesiastes 3 e depois de almoçar na casa de maravilhosos irmãos da Igreja, o conhecido de Camila e Dudu, Roberto, me deu uma carona de carro até o Rio de Janeiro, onde pude rever meus pais. A Driellen ainda ministraria à noite na Cidade Júlia. Cheguei em Bangu e uma tempestade havia derrubado árvores, postes e causado alguns alagamentos pelo bairro. No dia seguinte deu pra ver alguns estragos...

22.10 - Família. 

Passei o dia com meus pais e irmã. Assistimos ao filme Até Que A Sorte Nos Separe e almoçamos juntos. Demos boas rizadas, conversamos e muito, principalmente sobre Cristo o que foi bem importante pra mim. Passei mais uma noite no Rio de Janeiro.

23 e 24.10 - Volta pra Monte Verde.

Passei o dia em São Paulo da terça. Muita chuva na estrada. Reencontrei meus amigos Reinaldo e Marcos. Na quarta subi pra Monte Verde e acabei chegando antes da Driellen que só chegou à noite da casa da mãe dela.

25.10 - Casal de Amigos.

Pela manhã da quinta, fomos pra Missão. À noite conversamos com um casal sobre Jesus Cristo, explicando sobre Sua Vontade para cada um de nós. Foram mais de duas horas de conversa muito proveitosa para Glória do Pai. Dri e eu estávamos muito felizes.

26 e 27.10 - O ENCONTRO DE CASAIS.

Dri e eu deixamos Monte Verde cedo e partimos para Hortolândia. Seria nosso primeiro encontro de casais. Este realizado pela Igreja Batista Boas Novas. Chegamos lá à noite, reencontramos amigos e conversamos e depois, partimos em dois ônibus para Águas de Lindóia. Seria a segunda vez nesse mês que estaríamos, agora, com propósitos distintos.  

No sábado recebemos ministrações pelo Pr. Marcelo. O mesmo pastor que fez nosso casamento e um grande amigo. Tivemos momentos de diversão e descontração. Conversamos Dri e eu, sobre muitas coisas. Estávamos tão bem e felizes por muitas coisas. Foi realmente bom e estar com vários casais, falando sobre casamento, nesse tempo onde estávamos completando 7 meses de casados... Foi muito bom!
Dri e eu após minha Declaração pra ela
No Encontro de Casais da IBBN

Somos gratos ao Grupo RESGATAI da IBBN pelo lindo trabalho!

30 de outubro de 2012

Diário N° 97 - Tempo de Crescimento - 14 a 20 de Outubro de 2012

Eu no Uruguay com amigos da Comunidade Cristã em 2006
Revi essa e outras fotos em minha casa em noite de saudosismo.
"...Há tempo para todo o propósito debaixo do céu." Eclesiastes 03.01b.

Essas são palavras de Salomão em um tempo onde ele estava afastado de Deus segundo alguns teólogos. Alguns chegam a chamar Eclesiastes do Livro inspirado do homem não inspirado. Mas um coisa pode-se dizer lendo o livro de Provérbios e o de Eclesiastes: O princípio é: Teme a Deus. O fim de tudo é: Teme a Deus. Meu anseio é contar nossas dias de tal maneira que alcancemos corações sábios! Que Deus seja Louvado! E quero crescer...

14.10 - Crescimento na Devoção.

O domingo foi tranquilo. O sítio que estávamos com os meninos da Nazareno junto ao Bruno foi tranquilo. Acordei e deixei minha linda mulher dormindo e fui orar naquele lugar que me lembrava Monte Verde. Ter tempo com o Senhor foi glorioso demais. O vento nas árvores, a visão do azul do céu misturando-se ao verde das árvores... Como não glorificar ao Criador? Quero crescer na minha devoção ao Senhor e exterminar de uma vez por todas os autos e baixos de minha vida devocional! 

Após esse tempo orei com minha esposa e logo depois ministrei aos jovens. Foi um tempo bom. Fomos pra casa do Bruno e à noite fui pregar na Igreja de Deus no Brasil em Campinas. Igreja onde Pr. Jean é pastor, pais de meus grandes amigos Silas e Rodrigo que estão na Bolívia. Foi bom rever Amanda e outras pessoas maravilhosas.

15 e 16.10 - Crescimento no Estudo.

Acabamos ficando nesses dias na casa do Bruno onde ele de forma tão carinhosa cuidava de nós e me levou para alguns dentistas pra cuidar de mim. Bruno e Larissa são um casal que nessa caminhada o Senhor me deu como amigo e agora, também amigos da minha esposa.

Nesses dois dias tive um bom momento de estudo. Minhas meditações basearam-se em Eclesiastes e I e II Timóteo. Foi um tempo bom. Minha esposa tem estudado muito para sua convalidação no curso teológico. Foi bom estar com Bruno e Larissa. 

17.10 - Crescimento em Família. 

Chegamos por volta de meio dia em casa. Fizemos nossas compras do mês. Como me alegra esse momento. Embora quase não ficamos em casa, esse momento é de todo especial pra mim. Cuidamos dos nossos gatinhos. Karen, nossa vizinha, juntamente com seu esposo Adilson e seus filhos são maravilhosos para conosco quando saímos. 

Jantamos e tivemos um momento tão bom. Ainda á noite fomos a pizzaria para encontrar nossos amigos. Já tínhamos jantado e apenas encontramos eles pra conversar. Revimos Flávio, Paulinha e Ari. Conhecemos o Doug, americano da Wycliff. Conversamos um pouco e falamos sobre o futuro em Missões. Foi muito bom.

Dri foi dormir e fiquei vendo o jogo de futebol pela TV. Achei umas fotos de 2006 do Uruguai. O saudosismo tomou conta e chorei de saudades. 

18.10 -  Crescimento na Visão. 

Fomos cedo para a base a participamos de um devocional que Doug ministrou. Fiquei pela manhã ensinando Português para um casal de gêmeos de 6 anos de idade. À tarde conversamos com nossa líder sobre nosso futuro em missões. Foi bom demais poder falar com ela sobre isso o que nos trouxe muita expectativa. Estamos orando... À noite, antes de jantarmos, um tempo com o Senhor foi maravilhoso. 

19 e 20.10 - Crescimento em Amizade. 

Que tempo maravilhoso! Nossa sexta foi uma sexta tranquila e também de preparação para outra viagem. Iríamos para Cidade Júlia em São Paulo onde ministraríamos. Antes, porém, encontramos meu amigo Reinaldo e sua esposa Maraísa no Sábado. Foi bom estar com eles. Estivemos os 4 conversando sobre o Senhor Jesus e sobre religião. Foi muito bom! À tarde fomos pra Cidade Júlia. À noite participei do culto. Rô, Jack, Camila e Edu nos levaram para a casa de Camila onde conversamos até às 3 da madrugada. Estava cansado, mas foi bom poder conversar. 


Deus nos fazia colocar estacas firmes em algumas amizades e nos brindava com outras amizades que cresceriam e crescerão de igual forma muito abençoadamente. E assim foi nossa semana. Glorificamos a Deus por tudo que Ele tem feito e somos gratos por viver o que o Pai quer que vivamos!

Uma noite em nossa casa no Uruguay em 2006. Como sinto saudades desses dias!!! - O Tempo Passa.

Diário N° 96 - Família - 07 a 13 de Outubro de 2012

Minha linda mulher e eu na Conferência da Fiel.
Família. Como é bom estar em família. Essa semana que já estaria no Rio, aproveitaria para passar o tempo precioso com minha família, além, é claro de ministrar em alguns lugares. O Senhor seja glorificado sempre.

07.10 - Silva Jardim.

Ainda estávamos em Silva Jardim. Foi um tempo bom ali  na igreja Batista. Vera e Rafael são ótimas pessoas e estar com eles foi algo maravilhoso. Conversamos bastante e ter uma amizade com o pastor e a família dele também foi de igual modo gratificante. Fomos à EBD e depois a noite eu ministrei. Continuei a mensagem que havia começado no Sábado. Muitos irmãos vieram falar conosco e foi bom demais. Fizemos muitas amizades. 

08 e 09.10 - Campo Grande, Casa da Mana.

Rafael e Vera nos levaram até Campo Grande, casa de minha irmã. Ficamos muito felizes com eles. Eles conversaram conosco sobre missões e nos tornamos parceiros nessa caminhada! Não há como explicar o carinho de ambos para conosco! 

Chegamos na casa de minha irmã com meus sobrinhos, minha mãe e cunhado. Lá dormimos!

Terça de manhã Dri foi pra casa em Monte Verde, eu ainda fiquei mais um dia pra resolver algumas coisas como tratar do meu dente. Meu dente tinha quebrado. Voltei pra casa de minha irmã. Tive uma manhã muito boa com Pr. Elissandro e Luciana também.

10.10 - Juiz De Fora.

Cedo, pela manhã, fui pra Juiz de Fora ver o meu pai. Só tinha visto meu pai no nosso casamento. Depois disso não o tinha visto mais. Ao chegar em Juiz de Fora perceber algumas situações de dificuldade partem o coração. Mas sabemos que Deus tem o controle de todas as coisas. Assim foi... Passar um dia com meu pai foi muito bom. Conversamos muito. Fluminense ganhou nesse dia e comemorar com meu pai foi bem legal!

11-12.10 - Meu Amor.

Meu pai saiu pra resolver algumas coisas e fiquei em casa estudando. Meu pai está construindo e por enquanto ele está morando numa casa feita às pressas de madeira. Mas o Senhor tem dado graça em todas as coisas...

Meu pai foi pro Rio na parte da tarde passar o aniversário com minha irmã e eu fui pra Monte Verde. Cheguei de madrugada em Camanducaia e esperei amanhecer pra subir. Subi com Jean e Emerson que encontrei em Camanducaia pela manhã. Como foi bom reencontrar minha mulher. Foram 2 dias longe, mas parecia uma eternidade! Passamos o dia juntos e à noite ao sair pela rua fria de Monte Verde encontramos alguém que começamos a conversar sobre Jesus. Foi um momento muito gostoso.

Decidimos nesse dia muitas coisas quanto nossa vida devocional e espiritual e foi muito bom.

13.10 - Sábado em Campinas. 

Levantamos pela manhã e partimos para Campinas. Depois de três ônibus e muita baldeação, Bruno, meu amigo, nos pegou na rodoviária para levar-nos à um sítio onde eu ministraria. Dormimos no sítio e foi muito bom rever vários adolescentes que tinham lido meu livro Império e pediam a continuação. Como fiquei lisonjeado.

Assim foi esta semana de correrias infindas, mas de muita Paz com Deus e lutas interiores e exteriores. Como sempre, lutando para que o Pai seja Glorificado, tanto em mim e na minha esposa como na minha família. Que Deus seja louvado sempre!
Pregando na Igreja Batista em Silva Jardim.


12 de outubro de 2012

Diário N° 95 - Águas de Lindóia, Águas que Purificam a Alma - 30 de Setembro à 06 de Outubro de 2012.


O meu zelo me consome, porque os meus inimigos se esquecem da tua palavra.
A tua palavra é fiel a toda prova, por isso o teu servo a ama.Salmo 119:139-140
Da Direita Para Esquerda: Junior, Claudemir, Matheus, Daniel, Jorge, Dri, eu, Nivia e Flávia - Faltou nessa foto Kézia (que bateu a foto) e o Yago, além do Pr. Paulo e Vera que nos receberam!


 Como minha alma anela por Deus! Como sou tão seco e vazio quando Deus não está. Sou concha sem pérola, vaso sem óleo, sem honra, vazio e inútil. Mas quando busco a Deus, quando oro, leio, estudo, medito e pratico a palavra de Deus, tudo é tão diferente! Essa semana Driellen e eu iríamos para Águas de Lindóia, para o congresso da Editora Fiel. Seria um tempo tão maravilhoso para nós. 

Lá ouviríamos palavras, sermões, estudos que nos trariam tanta coisa boa à mente e ao coração. Conheceríamos um pastor que pregou sem palavras. Conheceria um dos pregadores que mais admiro. Faria amizade com um grupo que se tornou uma família! Aprenderíamos verdades profundas da Palavra de Deus e isso jorraria de uma forma muito impactante na minha alma! E as Águas que nos limpariam não seriam as águas de Lindóia, mas as Águas do Espírito de Deus ministrada através de Sua Palavra. Ao fim dessa semana eu sentiria tanta, tanta falta. Falta dos sermões, falta dos amigos, falta daquela linda Família!

30.09 - Despedindo-me do Macapá

O Domingo foi bem cheio! Manhã palestrei na igreja sobre missões e foi muito bom estar com eles. Depois almoçamos na casa de um irmã da igreja. Fiz muitas amizades. À tarde, Alexandre e outros missionários da JOCUM que conheci lá me levaram à orla do Amazonas. Foi bom ver a torcida do FLUMINENSE na orla para ver o clássico FLA X FLU. Clássico este que ganhamos! (risos). Encontrei com Eliasibe, um antigo amigo da missão, e Marcus. Visitei um barco da CBB que distribui Bíblias pelo Rio Amazonas afora. Impressionante!

À noite fui ministrar em duas igrejas. Na igreja Casa das Nações Preguei ás 19 horas e saí de lá às 20hs indo pra igreja Assembleia de Deus onde ministrei sobre outra passagem. O carinho dos irmãos foi maravilhoso comigo. Após fomos á uma pazzaria com a família do Marcos. Eles são demais! Me levaram até o aeroporto de onde eu viajaria e mais uma vez, passaria a madrugada de voo em voo! 

01 a 05.10 - Águas de Lindóia, Tempo de Refrigério e Aprendizado.

Palavra de Deus. Alicerces da Fé. Firmeza na Crença! Várias frases à essas permeiam o significado da semana que passamos em Águas de Lindóia. Tempo de revigorar na fé! Estudar os alicerces da Palavra de Deus significou muito para nós.

Alessandro, meu amigo, me buscou no aeroporto e me levou para o Tietê. Lá reencontrei Dri e partimos para Águas de Lindóia. Lá Daniel e Kézia, juntamente com Mateus, um amigo que passava a conhecer pessoalmente, nos esperavam. De lá fomos para casa do pastor Paulo e sua esposa Vera, da PIB de Águas de Lindóia. Esse casal em específico pregava para nós sem palavras!

A forma como nos receberam foi impressionante marcante e a cada dia se intensaificava tal fato. Como não tínhamos condições de pagar um hotel, fomos para casa deles que ao final, se tornou mil vezes melhor que um Hotel. Além de nós cinco, durante aqueles dias eles receberam da Bahia, Nívia e Flávia; de Brasília receberam Claudemir (que chamei de Claudinho). Do Ceará receberam a Yago, um dos meninos que trabalham no blog do Voltemos ao Evangelho. Receberam ao Jorge (que trabalha com ministério Infantil como palhaço e que carinhosamente chamava de Arlindo “Bozo”) - (risos). E por último o Júnior, bombeiro, que também se hospedou conosco.  Éramos 11 e nos tornamos uma agradável família.

Paulo e Vera todos os dias nos preparavam deliciosas refeições. Além de Paulo com sua Kombi levar e trazer-nos todos os dias ao Congresso. Que tempo maravilhoso de comunhão e Aprendizado.

Sobre o Evento:

O evento foi realizado pela editora Fiel. Tivemos pessoas como Steve Lawson, Hernandes Dias Lopes, Silas Campos, Portela, Paul Washer, Joel Beeke, Martha Peace entre outros que nos ministraram de maneira profunda e com uma sabedoria de Deus incrível. Darei um breve resumo dos dias:

Paul Washer Miistrando e Heber Traduzindo.
1° Dia - 01.10 - Tivermos uma maravilhosa palestra sobre a Misericórdia de Deus para um Mundo em Desequilíbrio ministrada por Leonardo Sahium. A presença do Grupo Logos também abrilhantou o evento com louvores Bíblicos e coisas e louvores que marcaram minha caminhada cristã.

2.° Dia - 02.10 - Palestras e Plenárias de Jáder Borges, Solano Portela e Silas Campos nos fizeram acordar um pouco sobre a realidade da Igreja em relação ao mundo perdido e nosso papel na vida da sociedade! À noite Joel Beeke e Steve Lawson vieram de forma graciosa nos trazer pontos claros e firmes sobre a questão da Soberania e Eleição de Deus, temas esses que foram pautas de nossas conversas à mesa quando chegávamos em casa. Driellen e Kézia assistiam, à tarde, as palestras de Martha Peace.

3.° Dia - 03.10 -  Era dia do Paul Washer ministrar e todos aguardavam por ele, já que ele se tornou um ícone da nova onda de pregação puritana da modernidade. Entretanto seu voo atrasou e colocaram Joel Beeke no lugar. Essa mensagem “improvisada” foi a melhor, pois tocou-nos a todos (cerca de 1500 pessoas no evento) fazendo brotar lágrimas em quase todos nós. Inclusive eu! O céu... Algo tão pouco desejado por nós. O dia terminava com o gosto de querer mais e saíamos do evento penetrados pela Palavra de Deus.

4° Dia - 04.10 - Finalmente Paul Washer chegava. Embora com um contexto conhecido de suas mensagens, o que mais me impactou foi ver nos seus olhos sua paixão pela Palavra de Deus e sua firmeza na fé no que ele acredita. Como foi maravilhoso vê-lo pregar! Outra mensagem que trouxe um impacto para todos que lá estavam foi a ministrada por Hernandes Dias Lopes falando sobre a vida de Paulo. Que mensagem! Combinamos de ficar até tarde acordado em casa, mas acabei não conseguindo. Dormi!
Café da manhã antes de irmos pro Congresso

5° Dia - 05.10 - Último dia. Que pena... Como queria que durasse mais tempo! Queria que realmente pudéssemos estar mais tempo nesse congresso! Realmente o melhor que já participei desse porte! Hernandes palestrou sobre a Pregação Expositiva e me impactei bem com seus argumentos. Assim terminava o Congresso.

Conheci várias pessoas que foi bom conhecer. Mateus, Kézia e Daniel, Jorge e Claudemir foram os primeiros a irem embora. Yago também foi. Eu ficava triste já por estar longe deles. Depois do evento Paulo nos levou à creche da cidade que ele toma conta. Nunca vi tanta criança dormindo ao mesmo tempo e foi incrível! Nesse tempo conheci pessoas incríveis como o Vinícius do Voltemos ao Evangelho entre outros irmãos maravilhosos!

Depois fomos ao ponto mais alto de Águas de Lindóia. Nos despedimos de Claudemir, Nívia, Flávia, e o casal Paulo e Vera. Nos encontramos com um casal que conhecemos no evento; Edvaldo e Raquel. Eles nos deram carona até São José do Campos. Foi tão legal da parte deles. De lá pegamos um ônibus para Rio de Janeiro. Fomos para a casa do Marcos. Lá dormimos.

06.10 - Silva Jardim, Interior do Rio de Janeiro. 


Nos despedimos de Verônica e Rafael e Vera, amigos meus, nos buscaram no Complexo da Maré onde estávamos. Eles nos levaram para Silva Jardim. Dri e eu estávamos bem cansados. À noite preguei sobre Mateus 05.01-12, mas iniciei falando apenas dos versos 01 ao 03. Que Deus seja Louvado sempre!

Pregando sobr Mateus 5 no domingo na Igreja Batista em Silva Jardim no Rio de Janeiro.
 

Diário N° 94 - Macapá, Uma Terra Abençoada Por Deus - 23 a 29 de Setembro de 2012


 Minha tarefa como pregador é colocar olhos nos ouvidos das pessoas” Martin Luther.

Como o tempo passa, mas no nosso caso, sabemos que poderemos alcançar corações sábios se permitirmos que a sabedoria (dada por Deus através de Sua Palavra) faça agradável morada em nossos corações. E se o “temor do Senhor é o princípio da sabedoria”, e o é com certeza, é ele quem permeará nossos pensamentos e nossos atos. Fugir disso e não lutar para viver isso é cair no desprezo do tempo e na falha que mata!

Fui nessa semana ao Macapá, e passava a conhecer mais um Estado! Foi muito bom. Passo agora a relatar o que ocorreu nesses dias.

23.09 - Palestras Sobre Missões.

Pela manhã fui à igreja Assembleia de Deus em Campinas novamente e palestrei sobre missões. É tão bom poder compartilhar sobre aquilo que acreditamos. E assim foi... havia cerca de 15 irmãos. Almoçamos com Diego e nossa comunhão cresce de uma maneira tão agradável. À noite preguei na Igreja novamente e depois jantamos no Valmir. Que tempo agradável com ele, sua esposa, a família de sua esposa, Alexandre e família (irmão do Marcos de São Paulo). Ficamos lá até tarde.

24.09 - 1 Ano Juntos!

Esse dia foi especial pra Dri e eu. Completamos 1 ano juntos! Namoro e casamento. Depois de passarmos a manhã na casa de nosso amigo, eu a levei pra passear. Foi tão bom. Caminharmos e namorarmos outra vez. À noite fomos para casa do pastor Marcelo depois de ir na casa do Juliano e sua mãe. Estar com eles foi tão bom. Estar com pastor Marcelo e sua família foi agradável também.

Conversamos sobre missões e planejamos coisas. Pr. Marcelo é um pastor que eu realmente admiro e amo! Estar com ele foi maravilhoso. Conversar, orar, planejar... Quantas coisas acontecendo nessa reta final.

25.09 - Reinaldo.

Pr. Marcelo nos levou pra Rodoviária e de lá partimos para São Paulo. Dri foi pra casa de sua mãe e eu fui me encontrar com Reinaldo com quem passei quase o dia todo. Reinaldo se tornou nesse tempo muito especial pra mim. Temos sido como irmãos. De lá fui para o aeroporto onde passei quase a noite toda.
Cada um de nós em um Hemisfério!

26 e 27.09 - Amapá.

Quarta foi meu vôo, mas só cheguei à tarde pois tiveram duas escalas. Brasília e Belém (já posso dizer que estive em Brasília). Cheguei, Maurício e seu pai me buscaram no aeroporto. Foi tão bom revê-lo! Foi tão bom conhecer a família do Marquinho, sua mãe, seu pai, seu irmão Marcel e o Maurício que eu já conhecia.

Mas após o almoço eu dormi e só fui acordar no dia seguinte, quinta, às 4 horas da manhã! Acordei e fiquei assim por todo o dia. Pela manhã fomos ao Marco Zero e vi o Forte de São José e o Rio Amazonas! Foi maravilhoso! À noite começamos as palestras sobre Missões. A primeira: A Glória de Deus e a razão primária de se fazer missões.

28 e 29.09 - Palestras

 Os dias continuaram nas palestras sobre missões. Fiquei tão maravilhado com a recepção dos irmãos. Cada um queria me levar para almoçar ou jantar. Foi tão bom. Além do açaí, que estava muito bom também, comi comidas típicas! O carinho da família do Maurício também foi um marco para mim; Agradável estar com eles.

Nas palestras estava sempre falando sobre a Coreia do Norte e os irmãos perseguidos. Na noite do Sábado andamos pela orla e fiquei a meditar em Deus vendo a força do Rio Amazonas. Ficamos acordados até às 2 da madrugada e fui orar antes de dormir pensando no quanto Deus é Gracioso para mim apesar de todo meu imerecimento.

Os pais de Maurício, Marcos e Marcel e os Pais de Valéria
Pessoas Apaixonadas por Missões que entregaram seus
Filhos às Missões. Admiro Vocês!!!
Eu fiquei pensando em quem eu sou e no que não quero ser e no que todo o tempo vem à minha mente, tentando me destronar da pureza paga na Cruz, e sim, quero levar minha cruz... Pensar, repensar, orar... Clamar ao Senhor! Como eu quero isso!

Sobre a pregação não posso deixar de confessar algo. Sempre prego e muitas e muitas vezes, desço do púlpito tão quebrantado! Às vezes sou duro no que falo e as pessoas acham que estou falando para elas, mas realmente estou falando para mim. Quero ser diferente. Oro, leio, estudo a Palavra, aí então eu falo. Aí então eu compartilho. Mas ainda me sinto mal por dentro. Que angústia é aquela? Que quebrantamento é aquele? Vejo as pessoas comentando sobre a mensagem, mas mal sabem elas como desce o pregador de lá. Creio que é assim que se deve descer ao pregar. Quebrantado, pois se não for assim, desceremos de maneiras que serão letais para aquele que prega! Há sim uma luta ali no momento em que se compartilha, e quase não falamos sobre ela!

A luta contra o orgulho às vezes. Às vezes a luta pra acreditar que Deus está fazendo algo nos corações mesmo quando os rostos não mudam o semblante com a o fim da mensagem.  Às vezes a luta contra a tentação de apelos emocionais como se pessoas à frente expressassem na totalidade o “sucesso” do sermão. O temor da seriedade que se é o estar à frente compartilhando a Palavra. E o mais difícil é quanto tudo isso se mistura num só pensamento... Nesse instante nos resta confiar na Palavra de Deus e acima de tudo no Próprio Deus! É Ele que faz e é Ele quem realiza, mas sim, meu coração precisa estar reto diante Dele. Por mais grosseiro que soe, isso não é pelas pessoas tem que ser por mim! Diante de Deus, Diante do Pai para que eu seja puro e purificado de mim mesmo! E acima de mim ou das pessoas que ouvem, tem que ser por Deus. Para Ele, para a Glória Dele, e por meio Dele!

Algo aconteceu na mensagem de Sábado, não sei se nas pessoas, mas em mim algo estava diferente e agradeci a Deus por isso! Estava feliz e realizado em Deus, e somente Nele!
Maurício e eu na entrada do Forte São José - Macapá



7 de outubro de 2012

Diário N° 93 - Reencontrando Heróis. Meus Heróis! - 16 a 22 de Setembro de 2012

Alunos da Convalidação. Meus heróis estão ali! Minha linda esposa também! :D

Quem não tem seus heróis? Principalmente, nós homens, temos os heróis de infância. As vezes acho que crescemos e não deixamos de ser crianças de certa forma. Eu ainda os tenho! Lembro-me dos Cavaleiros do Zodíaco, do Jaspion e do Jiraya. Como me esquecer do Changeman e do Caverna do Dragão? Tantos, tantos outros!

Mas os heróis que falo são outros. Me converti aos 13 anos e aos 15 me deparei com aqueles que eram heróis de verdade. Que saíam dos anais da ficção do desenho e dos gibis e voavam livres para as páginas da História da Igreja, História esta que está sendo escrita todos os dias.

Aos 15 anos conheci missões e conheci aqueles que em nome de Deus, de Jesus e deste Evangelho deixavam tudo para trás e iam para os campos não alcançados proclamar a Palavra de Deus não temendo nada nem ninguém. Ah! Como amo esses heróis. Embora falando com eles, tais não se considerem, para mim serão para sempre os meus heróis e nessa semana reencontrei-os e um deles em especial depois de 12 anos! Assim foi...

16.09 - Domingo

Passei o dia sozinho. Vi um filme e depois estive novamente com meu amigo e irmão Marcos. Preguei na igreja do pastor Adenísio. Foi tão bom compartilhar ali. Dormi na casa do Marcos e a comunhão que tivemos foi muito boa. Estar com sua família também foi muito bom!

17 e 18.09 - 12 Anos Depois...

Voltei pra casa ainda pela manhã. No ônibus reencontrei Bruno e Ana Flor, amigos da missão! Como foi bom estar com eles depois de muito tempo! Fui pra casa e estava do jeitinho que a Dri sempre deixa nossa casa, Como foi bom sentir seu cheiro em tudo!

Fui pra base e me coração ficou extremamente alegre em rever Dagnaldo depois de 12 anos. Estava tento a convalidação do MEC para 50 pessoas que passaram pela missão! Radical, Radical II, África Sahel, Uniasia, Seminário, Revolution Teen. Vi o reencontro de projetos. Meus heróis estavam ali! Gente que me inspiro!

Falei isso pro Dag. Embora ele não concorde com isso, pra mim ele é um grande herói e uma pessoa que ama a Deus de verdade. Fomos para um lugar no bosque da missão e ali oramos. O mesmo lugar que oramos há 12 anos atrás. Como não chorar? Dri e eu voltamos para casa. Ela estava cansada. Eu também. Descansamos.

À tarde, seu pastor veio em casa e conversamos bem. Foi bom. À noite estivemos todos juntos num restaurante que o pastor dela levou-nos. Foi um encontro recompensador.
Tia Ana e Tio Zé, assim carinhosamente chamados por nós, foram em casa à convite da Lane e tia Ana falou coisas para mim muito carinhosas.

19.09 - Preocupações.

Levantamos e estávamos felizes. Mas na conversa com algumas pessoas preocupações foram levantadas de um irmão em particular para conosco e de nós por algumas situações que precisamos encarar ainda, antes do campo definitivo. Mas tudo tem sido entregue nas mãos do Pai. E isso é que nos conforta!

20 e 21.09 - Respirando Missões Uma Vez Mais.

Alguns, às vezes tem a tendência a pensar que nosso dia inteiro falamos coisas somente relacionadas às missões. Mas não é isso! De certa forma queria que fosse assim! Estaríamos mais vigilantes, não tão oscilantes como as vezes acontece. Mas esse dia foi diferente. Ouvir a palestra sobre missões de missionários que estavam no Oriente Médio foi maravilhoso. Cheguei em casa regozijando muito. Conversei com Driellen e estava muito feliz.

Na sexta a chuva nos brindou com sua presença em Monte Verde. Foi um tempo tão gostoso. Almoçamos com o casal de missionários que palestraram na Missão. Conversamos sobre os planos e oramos. Nos alegramos também com as coisas que estavam sendo feitas no Oriente. Nos sentimos honrados com a presença deles!

À noite recebemos a visita de João e Paula de BH. Mas conversa sobre missões, orações, anseios, planos... Tanta, tanta coisa!

20.09 - Descida pra Hortolândia. Início de Nossa Peregrinação.

No Sábado descemos com Paula e João para Campinas depois de termos um tempo maravilhoso de conversa sobre missões. Eles nos levaram até o shopping Iguatemi onde meu importante amigo Diego Romano nos pegou. Despedimo-nos de Ana e João e partirmos para Hortolândia. Revimos sua esposa Júlia e sua filha Giulia. Estávamos cheios de malas já que seria longa nossa caminhada!

Nosso amigo Valmir me buscou na casa do Diego e me levou pra sua igreja em Campinas onde preguei sobre missões. Conheci seu pastor e mais uma agradável amizade começava. Estava feliz demais. Ainda consegui ir ver o a festa do casamento de meus amigos Bruna e Leandro. Foi bom demais!

Assim terminava nossa semana e começava nossa peregrinação! Ainda teríamos, Rio de Janeiro, Amapá, São Paulo, Águas de Lindóia entre outras cidades no roteiro! Deus nos traria ótimas experiências.

De tudo que vivi nessa semana algo veio tão forte à minha mente! Eu tenho meus heróis, pessoas que apesar de suas debilidades (pois todos as temos) continuam servindo de inspiração pra mim! Deus na vida delas, meu real anseio!


6 de outubro de 2012

Diário N° 92 - A Difícil Volta Pra Casa. - 09 a 15 De Setembro de 2012

Voltar do campo... Despedidas... Chegadas. Isso nunca é fácil. Nesses dezesseis anos nunca foi! Não era agora que seria fácil! Disso eu tinha certeza. Mas foi assim, a semana começava com o sentimento de deixar para trás que em tão pouco tempo amei de coração. Minha esposa e eu amamos extremamente! Amamos liderar uma equipe de missionários no campo. Amamos servir na Bolívia. Puerto Suarez, Bolívia e Corumbá, MS, ficaria em nosso coração! As pessoas então!
Como não  crer em muita coisa que está escrita no livro Choque Transcultural? O choque reverso seria claro nessa semana. E assim foi.
09 e 11.09 - Transição
Nosso domingo foi bem tranquilo. Para mim seria algo mais para passar todas as informações para a nova líder que chegava à missão.
A segunda e terça seria transição para os meninos. Dri chegava na segunda de madrugada de viagem e foi bom revê-la. Mas ainda cedo, deixei a base e fui à Corumbá resolver de vez a questão da escola dos meninos. Assinava os papéis e estava tudo certo agora, Graças a Deus!
Na terça os levei para Corumbá e os deixei na escola. Me senti um pai de verdade! :) foi bem legal isso! Resolvi as coisas da missão e passava tudo para Inilda.
12 e 13.09 - A volta.
Tentamos vir de avião, mas não deu certo! Despedimos dos meninos pela manhã e Ricardo nos levou Dri e eu para Rodoviária. Madysson, Marcinho e Hamilton foram lá e se despediram de nós. Saímos de lá às 10 da manhã quarta e chegamos em Monte verde às 16 horas da quinta! Por toda a viagem passei mal. Vomitando, diarreia, dor de cabeça e no corpo. Mas ao chegar em casa estava bem. Lane ainda tomava conta de nossa casa. Chegamos fomos para a base rever as pessoas que amamos. Voltamos para casa e ainda não nos sentíamos em casa!
14 e 15.09 - São Paulo.
Como estava marcado uma ministração precisava descer para São Paulo. Fui para casa do Welbert e Marcos onde ministraria a Palavra de Deus. Ainda estava indecisa minha ida ao Rio de Janeiro ou não e acabei não indo! Preguei na Igreja do Irmão Marcos e revi também Fran e Luciano. Nessa noite dormi no Deivid e reencontrá-lo foi um presente maravilhoso para nós dois! Assim terminava nossa semana.

20 de setembro de 2012

Diários N° 90 e 91 - É Hora de Partir - 26 de Agosto a 08 de Setembro.

É hora de partir... (minha mochila)

As duas semanas que cito foram semanas quentes. E quando digo quente, não falo do clima. Falo das coisas que tivemos que resolver na base. As coisas estavam agitadas e em um dos dias que passou eu fiquei super mal, pois fiz algo que há muito não fazia. Explodi de tanta ira! Fiquei mal depois, mas explico melhor abaixo. Além disso, estávamos nos preparando pra ir embora. Era momento de deixar o trabalho.

Era momento de preparar a mala. Embora só iríamos na semana seguinte, meu coração já se apertava. Nesse meio tempo fui à São Paulo ministrar e reencontrei amigos. Isso foi muito bom! Abaixo cito tudo que aconteceu nessas duas semanas.

26.08 -  Domingo de Ministrações.

Alessandro me levou pra Jabaquara onde ministrei na Assembleia de Deus de Cidade Ademar. Revi o Welbert que me havia convidado. Palestrei aos jovens. Me despedi de meu amigo Alessandro e fui pra casa de Welbert. Foi ótima a comunhão que criamos. À noite preguei novamente na igreja. Foi bom estar com eles.

27 e 28.08 - Revendo Amigos.

Na noite do domingo dormi no Paulo. Foi bom reencontrá-lo. A segunda estive o dia com o Reinaldo e à noite dormi no Tom. Revê-los todos foi algo muito bom pra mim. Na terça rodei São Paulo e reencontrei o Marcos que conheci em Monte Verde e fui ministrar em Sua Igreja em Diadema. Seu irmão Márcio e ele me levaram à casa de Alessandro outra vez onde eu dormi.

29 a 30. 08 - Retorno à Puerto Suarez.

De madrugada voltei pra Bolívia. Um voo que demorou um pouco já que esperei 7 horas em Campo Grande - MS. De lá fui pra Corumbá. Fui pra Puerto e reencontrei minha esposa e os meninos que haviam ficado: Marcos, Pedro, Luciene, Karina, Madysson. A casa estava mais vazia. Na quinta foi mais um dia correndo atrás das documentações dos meninos. Isso me estressou muito!  E mais uma vez isso não se resolvia.

31.08 e 01.09 - Dias de meditação.

Uma sexta e um sábado tranquilos onde pude orar e meditar mais no Senhor junto à minha esposa e os meninos. Driellen e eu aprendendo cada dia mais a questão de nosso casamento. Cada dia um novo aprendizado!

02.09 - Almoço na Presbiteriana.

Almoçamos na Presbiteriana. Hamilton e Marcinho que estavam conosco desde sexta foram também. Foi bom estar com pastor Geraldo e Sua esposa. À noite voltamos lá

03-05.09­ - Os dias Passam.

O calor de Puerto. Poeira... Tudo o mesmo. As conversas diárias. As Orações diárias. Minhas idas à fronteira. Tentar resolver as coisas dos adolescentes para que eles estudem em Corumbá para serem transferidos de Escola. O estresse aumentando. Minha quarta (dia 05.09) terminava com Driellen viajando. Agora ela a vez dela ir à Santa Cruz. Ela foi. Eu fiquei tomando conta da base.

06.09 - O Dia Que Eu Estourei!

Minha esposa no centro e nossos "filhos" rsrsrs
Voltei à Corumbá cedo. Fui ao Conselho Tutelar com todos os documentos que haviam pedido. Depois de várias corridas, pensava que finalmente essa história da transferência dos três adolescentes que estavam baixo a minha responsabilidade chegaria ao final. Fiz amizade com a Senhora do Conselho Tutelar. Foi bom. Marcinho esse tempo todo corria ao meu lado me ajudando.

Depois que ela deu a autorização para que os meninos estudassem no colégio que tinham as vagas e depois de apresentar toda a documentação após 3 semanas de corrida pra lá e pra cá, a senhora me disse que era pra eu voltar na segunda (5 dias depois) pra avaliar se eles estudariam ou não! Eu explodi! Gritei com ela e fui reclamar com a diretora geral! Entrei na secretaria da escola. Eu estava fora de mim! 

Quando entrei lá, e eles viram que estava nervoso, a senhora disse que eles começariam na terça, e que na segunda era só pra eu assinar os papéis! Mas não tinha sido isso o que me disseram antes! Eu estava furioso. Depois disso, e sair de lá calmo. O arrependimento bateu e fiquei com raiva de mim mesmo por ter agido daquela maneira. Não me justifico! A senhora lá dentro ainda me deu "a paz do Senhor" como ar zombeteiro... Fiquei chateado, mas estava mais calmo. Senti como se lutasse pelos meus filhos mesmo! Embora vá demorar (acredito eu) a ter um.

07.09 - A Estrutura da Casa.

A sexta marcava um feriado no Brasil, mas obviamente não onde estávamos. Passamos o dia limpado a base e desentupindo o esgoto! Fomos perceber que o esgoto de nossa casa, parte dela, ia para o terreno do vizinho! Estrutura da casa que alugamos. Foi engraçado e estranho ao mesmo tempo!

Além de todo o dia de trabalho foi um ótimo dia de comunhão. Os meninos estavam em casa e foi maravilhoso compartilhar sobre Hebreus no devocional.



08.09 - A Nova Líder.

A semana culminava com a chegada da nova líder que substituiria Driellen e eu na base de Puerto Suarez. Aquele sentimento de deixar os "filhos" nas mãos de outra pessoa era estranho! Mas enfim.... era assim que seria...

Hamilton, Marcinho, Gabriel e Lucas fizeram um jantar especial em casa. À noite fui com o Marquinho na Presbiteriana de Corumbá ministrar. Preguei em frente ao porto e foi bom estar ali. Ronilson nos buscou e nos levou de volta! Jantamos em casa e foi bom o tempo de comunhão. Estava pensativo e refletindo sobre tudo que faríamos.

Deus seja louvado em tudo!
  
Bolívia deixará Saudades - Na verdade já deixou! 

9 de setembro de 2012

MEDITAÇÃO N° 01

Ministrando ontem, uma frase veio na mensagem e a escrevi e adicionei algumas coisas pra nossa meditação:

    "Cada pecado é uma ação voluntária de desejo ardente de estar afastado de Deus. Se cada pecado tem um peso eterno ao ponto de apenas por um pecado receber toda a Ira e condenação de um Deus Santo e Justo, pois esse mesmo Deus Santo não compactua com pecado (seja ele pequeno ou grande aos noss
os olhos). Cada pecado é, então, por assim dizer, um desejo de estar eternamente afastado de Deus. "Mascarado" de desejo ou fraqueza da carne, é um clamor carnal de não querer Deus!
    Deus não habita onde habita o pecado e logo, o Inferno não é só um lugar de sofrimento e dor, expressado pelo fogo que não se paga e pelo verme que não morre, mas a revelação da Justiça e Ira de Deus sobre o desejo de homem de não se ter um Deus sobre Tudo e sobre todos. Sendo assim, a dor e o sofrimento do Inferno é também a dor e sofrimento do reconhecimento de estar PARA SEMPRE afastado desse Deus Sublime e Maravilhoso. Logo cada pecado, não é apenas uma quebra da Lei, ou quebra de uma regra em si. Ter prazer neles é dizer automaticamente que não temos prazer em Deus. E "pecar contra um Deus Eterno, é sofrer juízo Eterno". 
    Se não sentimos as Dores e angústias pelos nossos pecados, e se os cometemos e não há nenhum arrependimento depois, então precisamos cair desesperados ante Sua Presença, clamando desesperadamente por Misericórdia, reconhecendo nosso pecado e desejando DEUS através de Cristo. Logo a evangelização não consiste (talvez apenas) em dizer "JESUS te ama e tem um plano pra tua vida", mas dizer: "ARREPENDEI-VOS pois é chegado o Reino dos Céus". Só um homem que reconheceu suas misérias, depois de ver a Glória de Deus e tocado pela brasa viva do altar (Isaías 06), conseguirá dizer com propriedade EIS-me aqui, Envia-me a mim! Lembre-nos sempre: "A vida eterna é esta: que conheçam a Ti só por único Deus Verdadeiro e a Jesus Cristo, a Quem enviaste"